Publicidade

quarta-feira, 24 de setembro de 2008 charges, jogadores | 16:15

Zanetti 600 e os ‘jogadores-bandeira’

Compartilhe: Twitter

Tenho um amigo são-paulino que não gosta desse papo de jogador-símbolo. O bicho se irrita quando, badalado, um ‘ex’ volta ao clube onde se consagrou mais pelo passado do que por qualquer outra coisa. Ele acha, resumindo, que o cara só vira ídolo de um time por uma questão de oportunidade, de estar na hora certa no time certo — e, sobretudo, não ter propo$tas melhores de outras equipes naquele momento.

Javier Zanetti acaba de entrar em campo contra o Lecce e completar 600 jogos pela Internazionale. E falo de jogos oficiais. Partidas do tipo valeria-pra-contagem-de-gols-do-romário não entram na brincadeira: são 433 pelo Italiano, 112 em copas européias e 55 em copas nacionais. Amistoso contra o La Spezia, nem pensar, tá fora. Jogos contra o time do exército argentino ou os padres de Milão também.

Zanetti está na Inter desde 1995 e é o terceiro jogador que mais atuou pelo clube, atrás apenas de Giacinto Facchetti (634) e Giuseppe Bergomi (756). E se a gente levar em conta que, apesar dos 35 anos, só no Italiano passado Zanetti atuou 38 (!) vezes, Facchetti deve perder a vice-liderança ainda nessa temporada.

Mas, voltando ao amigo são-paulino, sou o contrário dele. Adoro que um ídolo dos velhos tempos volte para o meu time. Acho demais que o craque da minha equipe frequentasse as arquibancadas como torcedor antes de virar jogador. O cara nunca ter vestido outra camisa, então, é o máximo que pode haver.

Pode ser romantismo e, no caso do Brasil, quase utopia (Marcos, Ceni e quem mais?). Na Itália (e na Europa em geral), porém, contar com um jogador com esse perfil, o perfil de Zanetti, é quase que obrigatório para os grandes times. Acha que não? Então dê uma espiada aqui:

PAOLO MALDINI, MILAN
40 anos e 873 jogos pelo clube
Ganhou “só” 7 Campeonatos Italianos, 5 Ligas dos Campeões, 3 Copas Intercontinentais (inclui Mundial), uma Copa Itália, 3 Supercopas Italianas e 4 Supercopas Européias. Falta só a Uefa: será agora?

JAVIER ZANNETTI, INTER
35 anos e 600 jogos pelo clube
Ganhou 3 Campeonatos Italianos, 2 Copas Itália, 4 Supercopas Italianas e uma Copa da Uefa.

ALESSANDRO DEL PIERO, JUVENTUS
33 anos e 564 jogos pelo clube
Ganhou 5 Campeonatos Italianos, uma Liga dos Campeões, uma Copa Intercontinental, 4 Supercopas Italianas, uma Supercopa Européia e uma Copa Intertoto.

FRANCESCO TOTTI, ROMA
32 anos e 510 jogos pelo clube
Ganhou um Campeonato Italiano, duas Copas Itália e duas Supercopas Italianas.

Mas nem tente definir qual deles é mais “símbolo” do seu time. Os números de Maldini, óbvio, são praticamente imbatíveis. Mas garanto que interistas, juventinos e romanistas têm todos bons argumentos para eleger o seu ídolo como “rei dos reis”.

Para saber tudo sobre a rodada, incluindo os detalhes dos jogos dos grandes, clique aqui.

Autor: Tags: , , , ,

6 comentários | Comentar

  1. 26 Gílson 25/09/2008 8:13

    Parabéns ao Zannetti, que é o legítimo sucessor do Bergomi. Mas tenho a quase certeza que essa fidelidade vai aumentar bastante nos próximos anos em virtude da crise que está levando para o vinagre a economia norte-americana. Daqui a pouco ela desembarca na Europa e muito clube que vivia as custas de seguidos empréstimos bancários para fazer o mercado – como era fácil tomar dinheiro emprestado – vai ter que rever a forma de gestão do dinheiro. E alguns projetos, como o do novo estádio da Juventus, viraram lenda urbana. Pelo menos pelos próximos três ou quatro anos.

  2. 25 Romanista 25/09/2008 7:19

    O Maldini é uma bandeira, o Totti é o Re di Roma.

  3. 24 Raí 24/09/2008 20:32

    no ritmo que está o gilardino…. daqui uns 464 jogos recebe uma coroa destas ; )

  4. 23 Zizo 24/09/2008 18:59

    hahahaha….. show de bola essa cartoon! Valew!!!!

  5. 22 Emerson 24/09/2008 18:57

    Os números do maldini impressionam mais, mas eu nem sou romanista e por isso mesmo acho que posso dizer que não existe idolatria como a do totti na itália.

  6. 21 Maranhas 24/09/2008 18:46

    – Alo-o-o-o?
    Caramba, não tem mais ninguém aqui… Tá dando até eco.

    Eu só tenho 30 anos (30 é só, sim senhor!), mas sinto falta dos jgoadores que ficavam uma década inteira no clube. Dá um certo conforto saber que o cara que você acompanha há tanto tempo continua lá, domingo de manhã (começo da tarde, ok), com a mesma camisa… Sem falar no lado do povo de marketing. Poder associar o Maldini ao Milan, Totti à Roma, Del Piero à Juve não tem preço.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.