Publicidade

Posts com a Tag beckham

quarta-feira, 4 de março de 2009 azzurra, campeonato italiano, copa da itália, inter, jogadores, milan, roma, vídeos | 17:30

Um pouco de tudo

Compartilhe: Twitter

Faltei ontem, então vamos dar uma passada rapidinha em tudo hoje.

* Começando pelo inacreditável monólogo de José Mourinho, cujo vídeo reproduzo abaixo. Não vou, ainda, entrar no mérito das questões — acho que ele tem algumas, não todas, razões. Mas Mourinho, desde que chegou à Itália, tem feito o futebol italiano parar para pensar sobre si (se pudessem começar pelo fim da “moviola”, a insuportável e interminável série de replays de lances polêmicos com os quais os programas de TV tomam 40% de seu tempo, já seria uma boa). Aliás, sua frase “il mondo del calcio, che non è il mio” deixa claro o quanto Mourinho não gosta mesmo do que cerca o futebol italiano. E o fato de dizer isso, sem meias palavras, não deixa de ser um mérito. É justamente o que faz o calcio parar para pensar — tenho lido, na imprensa italiana, debates interessantes sobre temas lançados pela fúria de Mourinho.

* Diante das dúvidas sobre as condições físicas de Totti (só pra variar), a Roma só não deve ter uma dúvida: a de não escalá-lo no Campeonato Italiano e poupá-lo para o jogo contra o Arsenal. O jogo que, quem sabe, poderia colaborar para num futuro improvável tirar a razão de Mourinho ao afirmar (também no vídeo acima) que a Roma terminará a temporada com “zero título”. Sonhar não custa nada. E a Roma, contra a Inter, mostrou que também pode jogar bem sem Totti.

* Por mais que me esforce, não consigo entender o que teria levado Ancelotti a dar as declarações de que Beckham é melhor do que Kaká (confesso não ter lido na Itália, e certas vezes as traduções…). Mas suponhamos que foi isso mesmo. Qual seria a intenção? Afagar o inglês para que ele fique no time? Irritar o brasileiro para que ele force a ida ao Real e ajude Berlusconi a economizar? Ou seria apenas sinceridade? Nada faz muito sentido.

* Faz mais sentido a boa resposta de Bruce Arena, técnico do Los Angeles Galaxy, ao comentar as declarações de Beckham, segundo o qual “o Milan tem jogadores extraordinários, é um dos times mais fortes do mundo e tem um dos melhores técnicos”. O comentário do norte-americano: “É óbvio que é assim. Se não fosse, com aquilo que gasta, o Milan seria um dos clubes mais estúpidos do mundo”. É boa, vai…

* A mulher de Amauri é, enfim, cidadã italiana. Agora sabereremos se ele também quer ser. O que, vale lembrar, não tem nada a ver com saber se ele vai querer ou não jogar pela Azzurra. Isso só saberemos, talvez, daqui a seis meses. Quando Amauri deve receber sua cidadania, se a pedir.

* Ainda não havia sido divulgado, quando escrevi o post anterior, que tinham sido manifestações racistas a fazer com que Balotelli mandasse a torcida da Roma calar a boca depois de marcar o gol no domingo. Se foi mesmo assim, mudo de opinião: fez bem o garoto. Manifestações estúpidas desse gênero não podem ficar sem resposta.

* Ontem a Lazio bateu a Juve por 2 x 1, em Roma, na semifinal da Copa da Itália. Agora, enquanto escrevo, a Sampdoria vai derrotando a Inter por 3 x 0, ainda no primeiro tempo, com gols de Cassano e Pazzini (2). A dupla que já havia marcado na vitória sobre o Milan e que muita gente pede na seleção italiana. Pelo jeito, o lobby só tende a crescer…

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009 fora dos campos, imprensa, jogadores | 16:25

Quem manda lá em casa

Compartilhe: Twitter

Não interessava se Beckham dizia que adoraria ficar no Milan. Não interessava se Adriano Galliani manifestara o interesse em mantê-lo no elenco mesmo depois do fim do empréstimo que acaba em março. Não interessava se Berlusconi estava disposto a liberar a grana para contratá-lo de vez e tirá-lo Los Angeles Galaxy.

Tudo isso, a gente sabe, dizia pouco sobre o destino de Beckham e a chance dele trocar o futebol de mentirinha dos EUA pelo Campeonato Italiano.

Mas eis que agora, quem diria, a revista Vanity Fair italiana publica a entrevista que pode sim encher de esperanças a torcida milanista:

“Estou feliz que ele esteja bem no Milan. É muito bom vê-lo fazer gols no campeonato de vocês. Pulo de alegria toda vez que ele marca… Gosto muito de Milão, conheço muita gente, sobretudo do mundo da moda: Dolce e Gabbana, Armani e o seu staff, Cavalli, Berardi… A cidade é vibrante, cheia de energia e paixão. Come-se bem. Não há motivos para não apreciar Milão”, disse Victoria Beckham (foto, óbvio) à publicação.

Sendo assim…

Eu era bem cético sobre as chances de David — que aliás está jogando muito bem — ficar no Milan, mas agora acredito. Porque a gente, e o mundo todo, sabe bem quem manda lá na casa dos Bekcham, né?

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009 imprensa, jogadores | 16:25

A bunda da sorte

Compartilhe: Twitter

Agradeço ao fratello Tiago Maranhão pelo palpitante assunto que já ia passando em branco por aqui,
mas não no portal da CNN:
 

É isso aí. Já não bastassem as muitas mulheres que certamente gostariam de tirar uma lasquinha do cara, agora inventaram mais essa: passar a mão na bunda de Beckham dá sorte! Tudo, dizem, por causa do seu começo promissor no Milan. É meio estranho…

Primeiro porque o tal do começo promissor (que inclui um empate em casa com o Genoa) é muito provavelmente o começo de nada. Afinal, logo mais, David deve voltar a brincar de celebridade em Los Angeles.

Segundo porque não me parece que seja necessário seu timaço de marketing inventar motivos extras para o povo querer passar a mão na bunda do Beckham. A diferença é que agora, além das moças, marmanjos como Seedorf e Pirlo também almejam a apertadinha. O que, convenhamos, não é exatamente uma vantagem….

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009 campeonato italiano, política | 17:46

Cesare Battisti x David Beckham

Compartilhe: Twitter

Eu até ia escrever sobre a última rodada do Italiano. Tratando, por exemplo, da volta de Totti — com gol — ao time da Roma. Ou ainda da lesão de Cassetti, que acontece logo depois de Panucci abandonar o elenco; ou seja, na pior hora possível.

O Milan também poderia ser tema do post. Especialmente pelo fato de mais um gol do Bekcham, sua vontade de permanecer na Itália e a vontade do Galaxy em tê-lo de volta terem ofuscado o tropeço da equipe diante do Genoa. É um caso (raro) em que o tal “marketing” do jogador age a favor do clube também em campo.

E a Inter? Quando muita gente achou, depois da primeira rodada do ano, que o time ia desandar, eis que a equipe de Mourinho volta a abrir seis pontos de vantagem sobre a Juve, que perdeu por 2 x 1 a um para a Udinese, fora de casa, num resultado absolutamente normal. “Foi só uma derrota”, disse Buffon.

Houve também Ibrahimovic dizendo umas verdades para Balotelli e fazendo pouco caso da Bola de Ouro. Ou a compra de Dátolo, ex-Boca, pelo Napoli.

Mas nada disso me impressionou tanto como a quantidade de notícias que recebemos da agência de italiana Ansa relacionadas ao caso Battisti. Para ficar claro: ao caso Battisti e ao futebol. Abaixo, reproduzo apenas a lista de títulos e olhos das reportagens.

* Caso Battisti: Ex-jogador Paolo Rossi defende extradição
Em entrevista à ANSA, o algoz do Brasil na Copa de 1982 disse que “é justo que um ex-terrorista cumpra a sua pena na Itália”

* Caso Battisti: chanceler italiano espera que Itália vença amistoso ‘de goleada’
“Nós não temos uma disputa com o povo brasileiro, temos um problema com as autoridades brasileiras”, declarou.

* Caso Battisti: Ministra sugere que Itália jogue de luto amistoso com Brasil
Giorgia Meloni ressaltou, porém, que os torcedores que assistirão ao jogo terão de tomar cuidado para não insultar a população brasileira com vaias e cartazes ofensivos; partida está marcada para 10 de fevereiro, em Londres

* Caso Battisti: Líder comunista ironiza polêmica por amistoso e sugere que Berlusconi suspenda contratos de brasileiros do Milan
Alessandro Pignatiello, do Partido dos Comunistas Italianos, criticou o ministro da Defesa do país, Ignazio La Russa, que defendeu o cancelamento da partida entre Brasil e Itália marcada para o dia 10

* Caso Battisti: Deputado opositor defende realização de amistoso Brasil-Itália
Para Ermete Realacci, do Partido Democrata, se o mesmo critério fosse usado em outros casos, a Itália deveria também renunciar aos jogos com a França, país que negou a extradição da ex-militante das Brigadas Vermelhas Marina Petrella.

Só não entendi bem a escolha do personagem dessa primeira matéria. Seria para diminuir o apoio que os brasileiros em geral têm dado ao governo italiano nesse caso?  ; )

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 27 de janeiro de 2009 inter, milan, roma | 08:00

Notícias que…

Compartilhe: Twitter

…a gente sabia que ia acontecer: “Milan negocia para prorrogar permanência de Beckham“.
Ele fez o seu (e belo) primeiro golzinho pelo clube neste final de semana, contra o Bologna. E tem jogado o seu bom futebol, que pode não ser nada de outro mundo mas também está longe de ser “só marketing” como tem tanta gente que adora dizer por aí. Diante de tudo isso, crescem os rumores sobre a tentativa de o Milan mantê-lo no elenco mesmo depois de março, quando termina o contrato de empréstimo com o Los Angeles Galaxy. Alguém tinha dúvida?

…a gente já viu acontecer: “Panucci briga com técnico e anuncia que deixa clube
Não é a primeira vez que ele briga com um técnico. Mas, dessa vez, a gente sabe que o fato de se recusar a ficar no banco da Roma não teve nada a ver com questões técnicas. O antipático (é ele próprio que se define assim) mas sincero lateral sabe que a decisão de Spalletti teve a ver, muito provavelmente, com o fato dele não renovar seu contrato. Assim, Panucci preferiu antecipar sua saída da Roma. À qual, na minha opnião, fará muita falta principalmente na Liga dos Campeões.
 
…a gente não aguenta mais ver acontecer:Adriano se recupera e se afunda em seguida
Ele começou 2009 fazendo gols, surpreendendo torcedores, técnico e diretoria da Inter. Mas antes mesmo de completar um dos jogos que marcou essa mais recente recuperação, a vitória por 1 x 0 sobre a Samp na última rodada, Adriano se mete em nova confusão, acertando um soco em um adversário, o que lhe custará três jogos de suspensão no Italiano. Para quem vinha numa boa fase e precisa de uma sequência de partidas para reconquistar tanta gente, é uma pena e tanto. Pena.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009 campeonato italiano, fotos, imprensa, jogadores, milan | 11:03

Ei, Pato, não deixa ele montar!

Compartilhe: Twitter

Que Pato foi a estrela do Milan no empate com a Roma ninguém discute. Até porque, com aquele segundo gol — no primeiro, convenhamos, Kaká teve mais méritos — não dá pra discutir isso. “Pato e Vucinic espetaculares”, escreveu o site da Gazzetta, enquanto o jornal preferiu um “Pato, estrela entre as estrelas”. O Corriere dello Sport foi com um menos criativo “Pato e Vucinic show”. Mas, enfim, todos concordaram.

Discutida é a atuação de David Beckham. Não porque ela tenha sido marcante — para o bem ou para o mal. Discute-se, claro, porque foi sua estréia. Mas também, simplesmente, porque trata-se de David Beckham.

A Gazetta dello Sport fez o que devia fazer: destacou o fato de ele ter jogado 90 minutos, tascou-lhe uma merecida nota 6 e parou por aí, sem, pelo menos por enquanto, fazer grandes julgamentos ou previsões. O que, afinal, soaria ridículo depois de um único jogo.

Os jornais ingleses, porém, não se entenderam. Alguns, como o Independent ou o Daily Telegraph, disseram que Beckham “brilhou em uma estreia-surpresa” ou que “com 33 anos surpreende ao demonstrar poder disputar um jogo inteiro em alto nível e manda uma mensagem a Fabio Capello”.

Outros mais realistas, como o Guardian, disseram que Becks não teve “grande influência na partida”.

O The Sun estampou um “Don’t go Beck”, pedindo ao jogador que não volte aos Estados Unidos utilizando a  argumentação (lógica, por sinal) de que a seleção inglesa precisa que ele continue no Milan, jogando num futebol de verdade.

Mas a opinião mais surpreendente — e, acho, inexplicável — é a do The Times. Espiem só a cacetada que o o jornal reservou para David: 

“Seu ponto forte são as cobranças de falta. Então por que ele foi jogar em um clube que conta com os melhores especialistas do mundo nesse quesito? Foi a vaidade que o levou ao Milan. Se ele queria jogar para manter uma dúvida na cabeça de Fabio Capello, não teria sido melhor jogar por um time menos fascinante, mas onde ele poderia cobrar as faltas? Por que não o Chievo, o Bologna ou o Cagliari? Será que a ‘marca’ Beckham não poderia suportar uma opção menos fascinante? Em outras palavras, a marca é mais importante do que conquistar uma nova presença na seleção”.

Não satisfeito, o The Times ainda sugere que, depois dos gols, Beckham só correu para abraçar Pato porque queria aparecer nas fotos da partida em todo o planeta — como nesta, da Reuters, que você vê neste post. Como bem argumentou o Allan Brito, aqui da redação do iG Esporte, “se ele não corre vão dizer que o cara não liga pro time, que só quer saber dele próprio”.

Mas, pensando bem, de toda essa estapafúrdia tese do The Times, é só mesmo nessa insinuação que eles podem ter alguma razão. Ou alguém acha mesmo que jogando pelo Cagliari ele tinha mais chances de impressionar Capello?

Leia também:
* Beckham elogia Pato e diz que ele pode ser um dos melhores do mundo
* Após estreia, Beckham ganha elogios de Carlo Ancelotti 

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008 azzurra, campeonato italiano, copa da uefa, copa do mundo, inter, jogadores, juventus, milan, roma, técnicos | 12:40

20 perguntas para responder em 2009

Compartilhe: Twitter

É isso, 2008 praticamente já se foi. E como para o futebol europeu o ano começa em julho e acaba em junho, nem dá pra gente fazer muitos balanços. Porque, se o final da temporada passada não foi legal para o calcio — italianos fora da final da Liga, violência, prisões etc —, o começo da temporada 2008-09 foi bem promissor — vários candidatos ao título, Ronaldinho, Mourinho, Beckham etc.

Melhor, agora, é olhar para frente. Porque não faltam boas perguntas a serem respondidas sobre o futebol italiano neste ano que está prestes a começar. Vou colocar aqui 20 delas (quem tiver mais que mande) e, como não sou de ficar em cima do muro, vou dar meus palpites pra cada uma. Quem encarar que faça o mesmo. 

1) Amauri jogará mesmo pela seleção italiana ou Dunga, na hora H, não vai permitir, convocando-o para  a seleção brasileira para enfrentar justamente a Itália, no dia 11 de fevereiro?
Pelo jeito, Dunga tremeu com a possibilidade de enfrentar Amauri e levar cacetadas e mais cacetadas se o atacante viesse a marcar pela Azzurra contra o Brasil. Agora, parece, a convocação será para a seleção Brasileira (aliás, Dunga, precisava o Júlio César te avisar sobre as qualidades do Amauri?!). Resta saber o quanto ele jogará. Tenho dúvidas sobre o que seria melhor para o atacante…
 
2) Adriano terá a enésima chance de voltar à Inter? Ou será que Mourinho e, principalmente, Moratti terão enfim chegado ao limite?
Meu bom senso não me permite acreditar que a Inter dará outra chance a ele. Aposto numa saída já em janeiro…

3) A Inter, hoje líder com seis pontos de vantagem no Italiano, continuará sobrando rumo ao tetracampeonato?
Sobrando, não. Essa diferença, acho, ainda será reduzida em algum momento – e acredito mais no Milan do que na Juve como segunda força. No final das contas, porém, o título irá mesmo para a Inter, sabe-se lá com qual vantagem.

4) E a postura de Mourinho? O português irá enfim parar de brigar com a imprensa italiana? Dependerá dos resultados para isso?
Mourinho incorporou um personagem e não parece disposto a mudar. Se perder, mal-humorado, terá mais motivos para criticar tudo e todos no futebol italiano. Se ganhar, seu moral vai para as nuvens. E aí, com o ego (ainda mais) inflado, alguém acha mesmo que ele vai parar?

5) Ibrahimovic, Kaká ou Del Piero: qual deles será escolhido o melhor jogador do Italiano?
A história diz que o melhor do campeonato pertencerá sempre ao campeão, e até por isso coloquei apenas os três como candidatos. Seguindo a mesma lógica, portanto, fico com Ibra. De novo.

6) Os garotos da Juventus, Marchisio, De Ceglie e Giovinco, seguirão em alta até o fim do campeonato?
Nessa “alta” atual sim: os três já mostraram que sabem jogar, embora nenhum deles tenha tido a regularidade necessária para ser mantido como titular indiscutível. O problema é que se a Juve seguir na Liga dos Campeões essa regularidade pode ser imprescindível.

7) Beckham será só um (eficiente) garoto-propaganda no Milan ou terá importância em campo? E, se tiver, tem chances de ficar?
Beckham será útil nesses poucos jogos que fará pelo dilacerado meio-campo milanista. Mas não o suficiente para que o Milan cogite uma loucura (financeiramente falando) a ponto de tirá-lo do Galaxy já. Sua passagem, no fim das contas, terá sido útil tanto do ponto de vista do marketing (mais) como do ponto de vista esportivo (menos). 

8) Como o Milan irá (se é que irá) resolver seus problemas defensivos sem Thiago Silva?
Sem a perspectiva da escalação do brasileiro e nem da volta de Nesta, a solução definitiva fica para 2009-10. O que não quer dizer que o Milan, com o meio-campo e ataque que tem, não possa dar trabalho no Italiano e, ainda mais fácil, conquistar a Uefa.

9) Como será o balanço final da primeira temporada de Pato e Ronaldinho no Milan?
Nem decepcionante, nem excpecional. Para ambos, algo entre uma nota 6,5 e 7. E ambos podem estourar em 2009-10.

10) A disputa entre Milan e Juventus para ver quem conta com mais ‘elenco’ no departamento médico continuará acirrada?
Não faço a menor idéia. Mas, sem Nesta e Gattuso, o Milan deve sentir mais as ausências. Até porque a Juve, entre os seus lesionados, tem o Zebina (maldade…).

11) E por falar em lesões, a de Totti durará quanto tempo? Era um mês, já virou dois. Quem dá mais?
Dois meses sem Totti já podem bastar para tirar a Roma da Liga dos Campeões. O fato, triste, é que Totti, o melhor jogador de futebol italiano hoje, não consegue mais passar dois meses seguidos jogando futebol.

12) Para compensar a tristeza romanista, Menez vai mesmo deslanchar, como ameaçou neste fim de ano? E Brighi continuará jogando tudo o que ninguém achou que jogasse?
Menez já mostrou ser bem mais que aquele jogador bizarro do começo de temporada. E a “ex-surpresa” Brighi, acho, até veio para ficar, dentro das suas limitações. Mas nada disso basta para compensar a possível ausência de Totti. Sem ele, a Roma não vai.

13) Napoli, Lazio e Genoa vão mesmo dar trabalho na briga por uma das quatro vagas na Liga?
Não. Se a Roma ficar mesmo fora dessa disputa, a Fiorentina já pode comemorar: a quarta vaga na Liga é sua. E, pra ousar ainda mais: o Napoli vai para a Uefa.

14) Quem será o artilheiro do Italiano: Ibrahimovic, Amauri ou nda?
Ibra.

15) Quem vai cair?
Sem surpresas: Chievo, Reggina e Lecce. Se um deles não cair, o Siena vai.

16) Cannavaro, Toni, Rossi, Grosso, Oddo, Dossena… Quem será (se é que haverá) o destaque italiano fora da Itália na temporada?
O tempo passa, o tempo voa, as críticas vêm e eu sigo sempre com Luca Toni.

17) Cassano chegará a ser convocado por Marcelo Lippi em 2009 para ter alguma esperança de ir à Copa de 2010?
Não é minha vontade. Mas Cassano está fora da Copa, desde já.

18) A boa dupla Gilardino e Mutu, da Fiorentina, continuará fazendo mais sucesso que a boa dupla Di Natale e Quagliarela, da Udinese?
Em seus clubes, sim. Se não brigarem por vaidade (afinal, quem é a estrela do time?), Gila e Mutu vão longe. Até porque, o que quer a Udinese? Mas é bom lembrar que a dupla Di Natale e Quagliarela, com Amauri descartado e Toni em baixa na Azzuurra, poderá mostrar serviço também na seleção.

19) Quem será o melhor e o pior brasileiro ao fim do Italiano 2008-09?
Os melhores, Kaká e Maicon. O pior, Adriano, mesmo saindo agora.

20) Onde vão parar, se é que vão parar, os italianos na Liga dos Campeões?
A Inter vai pagar a bobeada na primeira fase e cai já nas oitavas, contra o Manchester. A Roma, com Totti, passa do Arsenal. E a Juve, surpresa, elimina o Chelsea! Depois disso, sem saber o que o sorteio reserva, dar qualquer palpite já seria abusar da sorte, né?

E aí? Não quer deixar também as suas previsões?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 31 de outubro de 2008 campeonato italiano, imprensa, jogadores | 11:36

Os 5 do barulho

Compartilhe: Twitter

Completamos dois meses de Campeonato Italiano. Destaques? Nem Ibrahimovic, nem Totti, nem Del Piero, nem Ronaldinho. Tem a ótima recuperação de Gilardino, o bom início de Amauri na Juve e a dupla sempre eficiente formada por Di Natale e Quagliarella na Udinese. Tem também a argentinada dos ‘ascendentes’ jogando muito: Zárate, Dênis, Lavezzi, Milito…

Mas, convenhamos, na Itália, notícia mesmo continuam sendo os figurões. Por isso, o “Data Bola na Bota” resolveu, pouco antes dessa 10ª rodada e baseado no método nada científico do ‘impressionismo’, destacar os personagens que mais têm feito barulho na imprensa esportiva italiana desse começo de temporada. A eles, pela ordem:

1. José Mourinho
Ninguém ganhou mais páginas que ele. Mas Massimo Moratti provavelmente preferia que ele tivesse ganho mais pontos. Com frases polêmicas e diretas, atitudes contundentes, um salário astronômico e um timaço nas mãos, o português é certamente o campeão de audiência. Desperta amor e ódio e, consequência disso, suas vitórias e derrotas repercutem o triplo das vitórias e derrotas dos rivais.

2. Ronaldinho Gaúcho
Ele está muito bem no Milan? Não. Então está mal? Também não. Ronaldinho faz um início de torneio regular, eu diria nota 6,5. Mas, assim como Mourinho, Ronaldinho é uma novidade ‘galáctica’ no futebol italiano. E fazer do brasileiro um “capítulo à parte” nas coberturas dos jogos do Milan virou quase obrigação para jornais, tevês e rádios italianas. Resta saber como a novela vai acabar.

3. Beckham
A capacidade do inglês virar notícia é mesmo notável. O cara nem chegou, tem 33 anos, joga atualmente num campeonato meia-boca, deve ficar não mais do que três meses no Milan e mesmo assim, dia após dia, é destaque na imprensa italiana. Isso é só um registro, não uma crítica. Até porque eu já disse que o inglês até pode ser útil ao Milan. Esportivamente, digo. Porque para divulgação de marca ninguém tem dúvida.

4. Totti
Desfalque, dores e mais dores no joelho, placa no tornozelo, hérnia, busca do melhor preparo físico e até separação da mulher. Ele foi notícia sempre, como é em todos os anos, mas até aqui foram palavras como essas que a gente encontrou na imprensa da Bota quando o capitão da Roma foi assunto nesta temporada. No domingo, contra a Juventus, será assim de novo. Ele não joga. Uma pena pro campeonato.

5. Adriano
A repercussão do seu desempenho dividiu-se em duas fases: uma, até mais ou menos o começo desta semana, quando ouvíamos falar de suas boas atuações, de sua recuperação e da até então boa relação que o brasileiro tinha com Mourinho. Outra, de lá pra cá, sobre baladas, atrasos, indisciplina e suspensão. E, como sempre em sua carreira, foi essa segunda parte que fez mais barulho. Outra pena pro campeonato.

E aí? quem mais poderia entra nessa lista?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 28 de outubro de 2008 fora dos campos, fotos, imprensa, jogadores, milan | 12:42

A suíte de Beckham em Milão

Compartilhe: Twitter

Primeiro, leiam a notícia que recebemos aqui no iG Esporte da Agência Ansa:

Milan: Beckham vai morar em ‘bairro famoso pelas prostitutas’, diz jornal

LONDRES – Recentemente anunciado como novo reforço do Milan, o meia inglês David Beckham está de malas prontas para Milão, onde já encontrou uma nova casa: segundo o tablóide inglês The Sun, o atleta alugou um “luxuoso apartamento a um passo do bairro da luz vermelha” em Milão.

A região da cidade em que Beckham irá viver, nos arredores de Via Amedeo d’Aosta, foi indicada pelo capitão do Milan, Paolo Maldini, conhecido pelo bom comportamento dentro e fora do campo.

No entanto, segundo o tablóide inglês, é uma região “famosa pelas prostitutas e travestis, cafetões e traficantes”. “É considerada uma das áreas mais perigosas de Milão”, garante o The Sun.

Essa opinião foi confirmada por Michael Day, 39 anos, inglês e residente em Milão, que foi entrevistado pelo tablóide.

“A escolha de Beckham é certamente bizarra, porque aquela é uma região com hordas de prostitutas e drogados e os moradores reclamam todas as noites”, disse Day.

Bom… mas como a gente conhece bem o The Sun, resolvi perguntar a uma amiga jornalista que mora em Milão e é casada com um repórter da Gazzetta dello Sport se a notícia fazia algum sentido. Afinal, seria um pouco estranho que Beckham, com a grana que tem, fosse morar “numa das áreas mais perigosas de Milão” (ainda que esse perigo, em Milão, possa não dizer muito pros nossos padrões tupiniquins).

A resposta da minha amiga: 

“Gian, ele deve ficar em uma suite do Hotel Principe di Savoia, um cinco estrelas. O hotel fica na Piazza della Repubblica, a cinco minutos da Stazione Centrale (Estação Ferroviária). Naquele bairro sim é ‘risca faca’…”

Aí fui entrar no site do tal hotel pra limpar a barra do Beck e desfazer essa imagem de bairrro de prostitutas e tal e coisa. “Vou pegar uma bela foto da suíte do hotel e colocar no blog”, pensei. Aí eu entro no site e logo na home aparece a “foto da suíte”, vejam só:

Mas tem uns maldosos aqui do lado dizendo que não consegui desfazer por completo a idéia da notícia do The Sun, imaginem só…

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 23 de outubro de 2008 milan | 12:59

Beckham e o Milan

Compartilhe: Twitter

Acabei de publicar a matéria “Empréstimo de Beckham ao Milan já é dado como certo” no iG Esporte. E, pra não dizer que não falei das flores por aqui, acho o seguinte:

O que poderia parecer só um golpe de marketing e uma vontade louca de fazer barulho, relembrando o fracassado Real Madrid dos galácticos, pode ser um bom negócio esportivamente falando. E, na verdade, só porque Pirlo está machucado.

Tá certo que a previsão para a volta de Pirlo é de cerca de dois meses. Mas também é verdade que os tempos de recuperação de certas lesões musculares no Milan costumam ser maiores que o previsto (aliás, alguém aí lembra do Nesta?).

Se o Milan não puder contar com Pirlo no começo de 2009, ter a possibilidade de substitui-lo com Beckham (ainda que Seedorf esteja indo muito bem na função em algumas partidas) é um luxo. No Real, o inglês já mostrou que pode fazer função muito parecida (marcando até mais, se preciso) com a de Pirlo.

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última