Publicidade

Posts com a Tag contrato

segunda-feira, 21 de setembro de 2009 jogadores, milan | 11:30

Linha no fim?

Compartilhe: Twitter

ronaldinhoA hipótese surgiu ontem, no Domenica Sportiva, o mais importante programa de esportes da TV italiana: Ronaldinho Gaúcho poderia ser liberado pelo Milan no fim deste ano, na janela de mercado que ocorre em janeiro. Uma janela, na Itália, conhecida como “de ajustes”.

O ajuste do Milan, neste caso, ocorreria em sua folha de pagamento. Como se sabe, desde o início da crise econômica, o clube do primeiro ministro Silvio Berlusconi tem se esforçado para conter custos — a dolorosa (mas rentável) venda de Kaká para o Real Madrid foi o principal dos esforços.

O raciocínio dos dirigentes milanistas seria o de que não faz sentido continuar pagando o maior salário do clube para um jogador que nem titular é. E que, hoje, não tem grandes perspectivas de vir a ser.

Ontem, contra o Bologna, Ronaldinho não jogou por causa de uma suposta gripe. E Seedorf, que novamente atuou na função em que o brasileiro vinha atuando, resolveu o jogo com o gol do 1 x 0, no segundo tempo.

Nas tribunas, Ronaldinho apareceu. Curado, sorridente como sempre, de gorrinho preto e óculos escuros.

“Não concordo com quem diz que a gripe foi inventada. Não temos problemas com o Ronaldinho. Quinta-feira ele estava com febre, assim como o Zambrotta, que também não jogou. O Ronaldinho ficou parado por dois dias e por isso preferimos deixar que ele descansasse”, disse o técnico Leonardo. “Não tem nada além disso: ele volta a treinar e ficará à disposição para o jogo contra a Udinese”, completou.

É bem possível que Ronaldinho volte a ter uma chance contra a equipe de Udine, quarta-feira.

Mas “Milan sem Ronaldinho, Milan vincente [vencedor]” é uma frase que começa a ser repetida à exaustão na imprensa italiana. Talvez seja exagero, mas o fato é que o Milan já havia vencido o Olympique de Marselha, na França, pela Liga dos Campeões, com Ronaldinho no banco. E com Inzaghi, que entrou em seu lugar, fazendo os dois gols dos 2 x 1.

Hoje, Ronaldinho recebe, líquidos, 7,5 milhões de euros por ano do Milan. Para pagar os 7,5, o clube gasta mais de 10 milhões. Trata-se do contrato mais caro da equipe — Pirlo, que é o segundo, recebe 5 milhões — e cuja validade vai até 2012.

Daí a ideia que, segundo o Domenica Sportiva, teria ganhado força no clube: abrir mão da cláusula de rescisão, pagar alguma coisa a mais para o brasileiro e liberá-lo para ficar mais rico no futebol árabe ou, quem sabe, brigar por uma vaga para jogar a Copa de 2010 atuando em um time brasileiro.

Hoje, provavelmente, só mesmo os italianos pensam em Ronaldinho na seleção brasileira…

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 milan, Sem categoria | 19:51

kaká e o milan. até 2027?

Compartilhe: Twitter

O Milan anunciou hoje ter renovado o contrato com Kaká até 30 de junho de 2013. Dois anos a mais que o antigo contrato, portanto. O valor do novo acordo, se é que mudou (o anterior era 6 milhões de euros por temporada, teto salarial do clube), deve ser divulgado amanhã pela Gazzetta dello Sport, como de costume — o Milan não o faz.

O fato é que se Kaká cumprir seu contrato até o o fim terá então 31 anos. Assim, já terá passado do auge, fazendo naturalmente com que outros clubes não ofereçam mais fortunas impensáveis pelo seu futebol, como já fizeram Real Madrid e Chelsea.

Com 31 anos, se não deixar o time, Kaká completará sua 10ª temporada no Milan. Já poderá ser o seu capitão (até lá o Maldini pára, garanto) e igualar, junto à torcida milanista, a idolatria que os torcedores da Roma têm por Totti, duas coisas com as quais ele disse sonhar em uma antiga entrevista à revista Placar.

Agora, se quiser igualar as 24 temporadas que o atual capitão Maldini completará com o Milan neste ano, Kaká vai ter que jogar até 2027, quando terá 45. Quem sabe. A ciência evolui rápido, né?

Autor: Tags: , ,