Publicidade

Posts com a Tag fiorentina

quarta-feira, 26 de agosto de 2009 liga dos campeões | 17:39

Viola, no sufoco

Compartilhe: Twitter

Foi sofrido, mas a Fiorentina conseguiu se classificar para a fase de grupo da Liga dos Campeões ao empatar por 1 x 1 com o Sporting, agora há pouco, em Florença — havia empatado por 2 x 2 em Portugal. Consegui, com tanta dificuldade quanto a do time florentino, assistir ao jogo pela internet.

A Fiorentina fez um péssimo primeiro tempo e, ainda que o gol do Sporting só tenha saído por causa de uma rara falha (na verdade, um escorregão) do goleiro Frey, o 1 x 0 foi justo.

Na segunda etapa, a entrada do jovem montenegrino Jovetic (foto Getty) no lugar de Gobbi mudou o jogo. A Fioretina partiu pro ataque e acabou empatando, com um gol do próprio Jovetivc — o moleque tem apenas 19 anos e deve ser importantíssimo numa temporada em que a Fiorentina precisará de elenco para jogar duas competições tão importantes.

Mutu esteve mal, evidentemente fora de forma, e saiu no meio do segundo tempo para a entrada de Jorgensen.

E a partida deixou claro, de novo, que um lateral-direito (para o lugar de Comotto) e mais um zagueiro são muito bem vindos. O problema da lateral, na verdade, já está resolvido com a chegada do cobiçado De Silvestri, ex-Lazio.

Para a zaga, depois da classificação e os consequentes 20 milhões de euros a mais na conta, é bem possível que o problema se resolva com a chegada do são-paulino Miranda (ver post abaixo). Lembrando, porém, que a Fiorentina tem apenas cinco dias para fechar o negócio…

Autor: Tags: , , , , ,

liga dos campeões | 11:16

São Paulo é Sporting na Liga

Compartilhe: Twitter

Provavelmente os são-paulinos não sabem, mas eles devem torcer bastante para que a Fiorentina não avance à fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa depois do jogo de hoje à tarde, contra o Sporting, no estádio Artemio Franchi.

Parte da explicação está no trecho capa da Gazzetta dello Sport desta quarta-feira que reproduzo abaixo: de acordo com o jornal, se conseguir a classificação, a equipe de Florença pretende gastar boa parte dos 20 milhões de euros que irá faturar “com a vaga” para contratar o zagueiro do São Paulo.

Vale lembrar que, nesta semana, a Fiorentina já contratou o lateral-direito De Silvestri, da Lazio, que também era desejado por potências como Juventus e Milan. Pagou por ele 5,5 milhões de euros.

Com a chegada do lateral, a prioridade absoluta do time passa a ser um novo zagueiro. Mas a grana para conseguir contratar um zagueiro de seleção brasileira a Fiorentina só deve ter à disposição se conseguir jogar a rentável fase de grupo da Liga dos Campeões.

Aos são-paulinos que quiserem secar a Fiorentina, o Placar iG segue o jogo, a partir das 15h30. Mas a missão será dura: como empatou por 2 x 2 a partida de ida, em Portugal, o time italiano se classifica até mesmo se conseguir empatar por 0 x 0 ou 1 x 1 o jogo em Florença.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 18 de agosto de 2009 campeonato italiano, liga dos campeões | 18:37

Post sortido

Compartilhe: Twitter

Começou!
A Fiorentina não jogou grande coisa. Contou com certa conivência de Sua Senhoria, que podia ter expulsado seus dois zagueiros. Mas no fim das contas, o 2 x 2 contra o Sporting (clique para ler o relato), em Portugal, foi um baita resultado: bastará um 0 x 0 ou um 1 x 1 em casa contra a mediana equipe portuguesa para que os italianos comecem a fase de grupo da Liga dos Campeões com 4 times — o que, na atual fase do calcio, seria um desastre se não acontecesse.

Mais importante, não pra mim, nem para você, mas para os dirigentes da Viola certamente, é que a Fiorentina garante algo em torno de 20 milhões de euros (pelo menos) se confirmar essa iminente classificação à fase principal da Champions.

E, por falar em Champions, como é bom voltar a ouvir aquela musiquinha…

PS: Como este blog é democrático, a gente linka aqui a opinião do blog irmão português, que tá confiante (um pouco demais..) pro confronto de volta.


Ui ui ui, magoei

Mais um daqueles exageros do Mourinho: convenhamos, ele não precisava ficar putinho só porque Marcelo Lippi, técnico da seleção italiana, disse que a Juventus será a campeã italiana. É um palpite, nada mais (e nem absurdo é, se considerarmos que a Inter priorizará a Liga dos Campeões). A resposta do Lippi sobre o caso é tão zen, tão pacífica, que faz o técnico português parecer ridículo com o episódio. Leia aqui.

Milan x Juventus
Se a capa da Gazzetta dello Sport de hoje destaca o ‘show’ (certo exagero) de Pato e Diego ontem, no trofeú Luigi Berlusconi, nas páginas internas mereceu destaque , também, a dupla Thiago Silva e Nesta (“que entrosamento”, delicia-se o jornal). O brasileiro recebeu nota 7, apesar de ter desviado o chute que acabou no gol de Diego; e Nesta ficou com 6,5. Se ambos realmente derem certo juntos, podem ser o grande diferencial do Milan em relação ao time do ano passado.
 
Sneijder na Inter?
Então pronto, o Real baixou para a bagatela de 15 milhões de euros o preço do holandês Sneijder e acho que agora já não são pequenas as chances de o negócio com a Internazionale vingar. Pela forma como joga e pela qualidade que tem o holandês, seria um belo reforço para a Inter. Por outro lado, nesse início de temporada, o time deve sentir (e como) a ausência de Cambiasso, que passou por uma artroscopia e só volta em outubro.

Esqueci…
Não é nada demais, só uma curiosidade que, na entresafra do futebol, eu tinha guardado para colocar no ar, mas depois acabei esquecendo. Só queria perguntar: que cazzo de reprodução do Totti é essa no museu de cera de Roma?! Pelamordedeus. Nem a máscara do Jason são-paulino dá tanto medo. Ó:


Cenas do próximo capítulo

Faltou comentar o caso Thiago Motta, que (só) quer a seleção italiana. Mas esse fica pra amanhã. Ou pra coluna do jornal Placar, na sexta.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 23 de junho de 2009 técnicos | 11:02

Capisci?

Compartilhe: Twitter

E se hoje a moda é brincar com o inglês particular de Joel Santana na África do sul, por que não lembrar dos primórdios dos nossos técnicos para exportação e do italiano de Sebastião Lazzaroni nos tempos de Fiorentina? Com legendas!

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 5 de maio de 2009 campeonato italiano, inter, juventus, milan, roma | 10:01

Uma crise de todos

Compartilhe: Twitter

No mundo do futebol, se um time está “em crise”, invariavelmente algum de seus rivais estará em alta. Porque o estar mal, em geral, pressupõe que há uma outra equipe ocupando seu lugar e conseguindo as vitórias que você não consegue, certo? Errado. Pois cheguei à conclusão, depois da rodada do último fim de semana, que o Campeonato Italiano conseguiu o incrível feito de ter, de um jeito ou de outro, todos os seus principais times, aqueles que eram candidatos ao título no início da temporada, “em crise”. Isso inclui, incrivelmente, até a campeã. Vamos conferir:

* Comecemos pela mais óbvia das crises, a da Roma. Cuja torcida presente no estádio Olímpico no empate por 0 x 0 contra o Chievo (!) trocou as músicas de Antonello Venditti por sonoras vaias, protestou entrando só no fim do jogo e ainda gastou um monte de pano para levar faixas com a inscrição “vattene” (numa tradução livre, “se mandem”) não se sabe bem se para a presidente Rosela Sensi, se para o técnico Luciano Spalletti ou se para boa parte do elenco. Aliás, sabe-se: para todos eles, com exceção de Totti (claro..), De Rossi, Brighi e Vucinic.

* Também na linha das crises tradicionais está a da Juventus, onde o técnico Claudio Ranieri está tão sozinho que chega a dar dó – mas ao contrário do antecessor Deschamps, que passou pelo mesmo, o italiano garante que não vai pedir as contas. Capítulo curioso e novo foi o fato de Buffon, no intervalo, ter entrado em campo antes dos colegas, bufando (desculpem o trocadilho) e xingando muito. Diiiizem que teria ficado puto com Camoranesi e Del Piero, que teriam tido um sério bate-boca nos vestiários, quando a Juve ainda perdia do Lecce por 1 x 0. Coincidência ou não, ambos foram substituídos. E a Juve virou. Mas, como não podia deixar de acontecer com um time em Crise com cê maiúsculo, mesmo em Turim, levou o empate do poderoso vice-lanterna já nos acréscimos.

* E a campeã? Já escrevi na coluna do Jornal Placar da semana passada que a Inter é a campeã mais melancólica da Europa. Tivesse esperado uma semaninha para escrever o tal texto, poderia ter incluído o inacreditável episódio do último sábado, quando Ibrahimovic, o craque do time, fez o primeiro gol dos 2 x 0 sobre a Lazio e saiu fazendo gesto para a própria torcida, que o vaiava pelas recentes declarações de que pretende deixar o clube, calar a boca. Só pra lembrar, estamos falando da atual e futura campeã italiana. Campeã em crise, pra mim, é demais…

* Aí tem o Milan, que, alguns podem argumentar, até que voltou a jogar bem, ganhou a segunda colocação da Juventus e, bem o mal, está fechando o Italiano de um jeito melhor do que se esperava depois da eliminação na Copa da Uefa. Mas… com a palavra, o volante Seedorf, depois dos 2 x 0 sobre o Catania no domingo: “A gente tem que tomar cuidado para estas vitórias não esconderem as coisas e mudarem o que o clube estava planejando e precisa fazer para a próxima temporada”. Tem toda razão (e me parece que o próprio vice-presidente Galliani já havia dito algo nessa linha). Porque o Milan pode não estar vivendo uma crise nestes últimos jogos, mas vive, ainda, uma temporada de crise. E mascarar suas deficiências com bons (e inúteis) resultados nessa reta final pode ser bem prejudicial para a próxima temporada.

* E, por fim, até a Fiorentina (ou vocês não lembram que também ela era apontada como candidata ao título?). Que me perdoem os florentinos, como minha querida família materna, mas a crise da Fiorentina, hoje, é técnica. Porque o time pode até ter batido o Torino por 1 x 0 no domingo, mas, como em suas últimas partidas, não jogou absolutamente nada. Talvez a equipe não tenha, neste Italiano, jogado tão mal como nos últimos jogos. A diferença da Fiorentina para a Juve, hoje, é que ela não joga nada, mas, ao contrário do time de Turim, vence. Para tristeza do Genoa, que tem feito mais para merecer a quarta vaga na Liga dos Campeões. E que é o primeiro time da tabela do Italiano a não estar, de um jeito ou de outro, em crise.

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 18 de abril de 2009 fotos, inter, juventus | 17:58

E la Inter va…

Compartilhe: Twitter

Não adiantou a mal educada da nonna aí de cima provocar. E, convenhamos, a expressão de ânimo na cara dela certamente refletia a esperança que os juventinos tinham, antes mesmo do empate contra a Inter, de chegar à conquista do título ao final do campeonato.

A Inter foi a Turim, enfrentou sua principal concorrente no Italiano, jogou melhor, provou mais uma vez que é mais time e que seu título é incontestável. Não venceu porque levou um gol no finalzinho, mas isso pouco mudou. Os pontos de diferença continuam sendo 10, e as rodadas restantes agora são apenas seis.

Se a briga pelo título não se reacendeu — na verdade não acho que se reacenderia nem mesmo com a vitória da Juve —, pelo menos a disputa pelo segundo lugar pode esquentar, se o Milan bater o Torino — nesse caso empataria em pontos com a Juve.

Resultado bem mais interessante para o campeonato ganhar emoção foi a derrota do Genoa, que caiu em casa contra a Lazio. Não que tenha sido um resultado justo. Mas se a Fiorentina vencer a Udinese amanhã, fora de casa (o que não é assim tão fácil), a equipe de Florença passará a ocupar a quarta colocação, que dá vaga na Liga dos Campeões.

A Fiorentina não vem jogando muita bola. Mas se ficar com essa quarta vaga, eu já disse aqui, acho que fará um bem para o futebol italiano. Porque a equipe de Florença pode não ter a força da Roma (que a essa altura já é carta fora do baralho na briga pelo quarto posto), mas, acho, representará melhor o país na Liga 2009-10, se lá chegar.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009 campeonato italiano, inter, juventus, milan | 10:35

Uma visão pessimista

Compartilhe: Twitter

Foto Reuters
Stankovic vibra após gol contra o Lecce: vai demorar para ele comemorar o título?

Vamos olhar para a rodada que passou: o Milan só empatou com a Reggina, a Juventus sofreu para bater o Catania, a Inter ganhou mais uma e a Roma deu outro show… Nada de muito novo, portanto.

O problema é que se os tropeços de Milan e Juve continuarem constantes, a Inter continuar ganhando como faz há três anos — nada indica que mudará — e a Roma mantiver sua extraordinária recuperação, esse Italiano vai para o buraco logo logo, pelo menos em termos de emoção.

Porque é óbvio, basta ver a classificação:  a continuar desse jeito, serão menos de 10 rodadas para que, na prática, o tetracampeonato esteja decidido. Havia aí, no próximo fim de semana, um derby milanês que, mesmo tendo a Inter como mandante, poderia mudar o rumo dessa história — porque, afinal, os clássicos têm esse poder. Mas agora, sem Kaká, será que o próprio Milan não passará a considerar um empate como bom resultado?

O futebol que a Roma vem jogando poderia, de novo, credenciá-la como principal rival da Inter na briga pelo scudetto. Mas, graças àquele pífio e inexplicável começo de temporada, tudo que a Roma vem fazendo servirá apenas e tão somente para que não tenhamos nenhuma emoção também na briga pela última vaga na Liga dos Campeões.

Isso porque Fiorentina, Genoa e Palermo que me perdoem, mas o futebol deles não é páreo para o desta Roma (que golaços os de ontem!). E por mais que Milan e Juve tropecem, é inimaginável que o façam a ponto de conseguirem ser superados por uma dessas três aspirantes à Uefa.

Aliás, convenhamos: até mesmo para a Uefa é provável que as coisas se decidam bem antes da hora. Porque a Fiorentina, embora não esteja jogando nada (ontem mesmo ganhou injustamente da Lazio) tem um elenco que a credencia para se destacar dos times logo abaixo dela na tabela (exceto a Roma). Aí bastará que um outro time, como este bom Genoa, embale numa série de vitórias para que tenhamos definidos, também, os dois times que vão à Uefa.

E assim, a emoção do final de temporada do Italiano ficaria restrita ao rebaixamento e a jogões com Lecces, Chievos e Regginas.

É só uma suposição. Vou torcer para que a Liga dos Campeões mude de alguma forma essa tendência. Ou, simplesmente, para que eu esteja errado. Não seria a primeira vez… ; )

Autor: Tags: , , , ,

domingo, 11 de janeiro de 2009 campeonato italiano | 19:16

Só falta o mais importante

Compartilhe: Twitter

Como já era esperado, o jogo da rodada foi Roma 2 x 2 Milan, com dopietas de Pato e Vucinic. Mas disso eu falo depois, até porque tenho que falar mais. Por enquanto, vamos com os pitacos breves sobre os outros nove jogos da 18ª rodada do Italiano:

Genoa 3 x 0 Torino
Thiago Motta marcou um do gols do Genoa e deixou o jogo por causa de uma pancada na cabeça. Mas não foi nada sério, e o brasileiro poderá seguir sua ótima recuperação no futebol italiano. Já o Torino, com esse recomeço, vai parar onde? Algum palpite? 

Inter 1 x 1 Cagliari
Não é novidade que Ibrahimovic salve a Inter, marcando o único gol da equipe. A novidade é que, em 2008, esse gol seria o do 1 x 0. Ou então o sueco faria dois. Será indício de que a sorte mudou de lado? Não importa muito, na verdade, porque essa Inter não depende tanto da sorte.

Bologna 1 x 1 Chievo
O resultado, contra o lanterna, foi bem ruim para o Bologna. Mas o golzinho de pênalti do Di Vaio, seu 13º, o levou à liderança da artilharia do torneio.

Fiorentina 1 x 2 Lecce
Começar 2009 assim… a Fiorentina só pode estar de brincadeira. Felipe Melo fez o inútil gol viola. E o Lecce, quem diria, começou o ano deixando a zona de rebaixamento.

Juventus 1 x 0 Siena
Del Piero (foto AP), de falta, decidiu. Taí um time onde as coisas não mudam, a não ser por motivos extra-campo. E agora a Inter está a apenas quatro pontinhos…

Napoli 1 x 0 Catania
In genaio, decide Maggio. E o Napoli, hoje, estaria na Champions.

Palermo 3 x 2 Atalanta
Graças à vitória, com gols de Cavani (ele ainda vai para um time grande), Bresciano e Miccoli (ele ainda volta para um time grande?), o Palermo passou a própria Atalanta: 8º contra 10º.

Reggina 2 x 3 Lazio
Pandev decidiu o jogo com uma tripleta. A primeira da sua história.

Udinese 1 x 1 Sampdoria
No jogo de dois times com qualidade, mas que patinam, patinam e não saem do lugar, nenhum resultado poderia ser mais apropriado. O 0 a 0 talvez…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008 azzurra, campeonato italiano, copa da uefa, copa do mundo, inter, jogadores, juventus, milan, roma, técnicos | 12:40

20 perguntas para responder em 2009

Compartilhe: Twitter

É isso, 2008 praticamente já se foi. E como para o futebol europeu o ano começa em julho e acaba em junho, nem dá pra gente fazer muitos balanços. Porque, se o final da temporada passada não foi legal para o calcio — italianos fora da final da Liga, violência, prisões etc —, o começo da temporada 2008-09 foi bem promissor — vários candidatos ao título, Ronaldinho, Mourinho, Beckham etc.

Melhor, agora, é olhar para frente. Porque não faltam boas perguntas a serem respondidas sobre o futebol italiano neste ano que está prestes a começar. Vou colocar aqui 20 delas (quem tiver mais que mande) e, como não sou de ficar em cima do muro, vou dar meus palpites pra cada uma. Quem encarar que faça o mesmo. 

1) Amauri jogará mesmo pela seleção italiana ou Dunga, na hora H, não vai permitir, convocando-o para  a seleção brasileira para enfrentar justamente a Itália, no dia 11 de fevereiro?
Pelo jeito, Dunga tremeu com a possibilidade de enfrentar Amauri e levar cacetadas e mais cacetadas se o atacante viesse a marcar pela Azzurra contra o Brasil. Agora, parece, a convocação será para a seleção Brasileira (aliás, Dunga, precisava o Júlio César te avisar sobre as qualidades do Amauri?!). Resta saber o quanto ele jogará. Tenho dúvidas sobre o que seria melhor para o atacante…
 
2) Adriano terá a enésima chance de voltar à Inter? Ou será que Mourinho e, principalmente, Moratti terão enfim chegado ao limite?
Meu bom senso não me permite acreditar que a Inter dará outra chance a ele. Aposto numa saída já em janeiro…

3) A Inter, hoje líder com seis pontos de vantagem no Italiano, continuará sobrando rumo ao tetracampeonato?
Sobrando, não. Essa diferença, acho, ainda será reduzida em algum momento – e acredito mais no Milan do que na Juve como segunda força. No final das contas, porém, o título irá mesmo para a Inter, sabe-se lá com qual vantagem.

4) E a postura de Mourinho? O português irá enfim parar de brigar com a imprensa italiana? Dependerá dos resultados para isso?
Mourinho incorporou um personagem e não parece disposto a mudar. Se perder, mal-humorado, terá mais motivos para criticar tudo e todos no futebol italiano. Se ganhar, seu moral vai para as nuvens. E aí, com o ego (ainda mais) inflado, alguém acha mesmo que ele vai parar?

5) Ibrahimovic, Kaká ou Del Piero: qual deles será escolhido o melhor jogador do Italiano?
A história diz que o melhor do campeonato pertencerá sempre ao campeão, e até por isso coloquei apenas os três como candidatos. Seguindo a mesma lógica, portanto, fico com Ibra. De novo.

6) Os garotos da Juventus, Marchisio, De Ceglie e Giovinco, seguirão em alta até o fim do campeonato?
Nessa “alta” atual sim: os três já mostraram que sabem jogar, embora nenhum deles tenha tido a regularidade necessária para ser mantido como titular indiscutível. O problema é que se a Juve seguir na Liga dos Campeões essa regularidade pode ser imprescindível.

7) Beckham será só um (eficiente) garoto-propaganda no Milan ou terá importância em campo? E, se tiver, tem chances de ficar?
Beckham será útil nesses poucos jogos que fará pelo dilacerado meio-campo milanista. Mas não o suficiente para que o Milan cogite uma loucura (financeiramente falando) a ponto de tirá-lo do Galaxy já. Sua passagem, no fim das contas, terá sido útil tanto do ponto de vista do marketing (mais) como do ponto de vista esportivo (menos). 

8) Como o Milan irá (se é que irá) resolver seus problemas defensivos sem Thiago Silva?
Sem a perspectiva da escalação do brasileiro e nem da volta de Nesta, a solução definitiva fica para 2009-10. O que não quer dizer que o Milan, com o meio-campo e ataque que tem, não possa dar trabalho no Italiano e, ainda mais fácil, conquistar a Uefa.

9) Como será o balanço final da primeira temporada de Pato e Ronaldinho no Milan?
Nem decepcionante, nem excpecional. Para ambos, algo entre uma nota 6,5 e 7. E ambos podem estourar em 2009-10.

10) A disputa entre Milan e Juventus para ver quem conta com mais ‘elenco’ no departamento médico continuará acirrada?
Não faço a menor idéia. Mas, sem Nesta e Gattuso, o Milan deve sentir mais as ausências. Até porque a Juve, entre os seus lesionados, tem o Zebina (maldade…).

11) E por falar em lesões, a de Totti durará quanto tempo? Era um mês, já virou dois. Quem dá mais?
Dois meses sem Totti já podem bastar para tirar a Roma da Liga dos Campeões. O fato, triste, é que Totti, o melhor jogador de futebol italiano hoje, não consegue mais passar dois meses seguidos jogando futebol.

12) Para compensar a tristeza romanista, Menez vai mesmo deslanchar, como ameaçou neste fim de ano? E Brighi continuará jogando tudo o que ninguém achou que jogasse?
Menez já mostrou ser bem mais que aquele jogador bizarro do começo de temporada. E a “ex-surpresa” Brighi, acho, até veio para ficar, dentro das suas limitações. Mas nada disso basta para compensar a possível ausência de Totti. Sem ele, a Roma não vai.

13) Napoli, Lazio e Genoa vão mesmo dar trabalho na briga por uma das quatro vagas na Liga?
Não. Se a Roma ficar mesmo fora dessa disputa, a Fiorentina já pode comemorar: a quarta vaga na Liga é sua. E, pra ousar ainda mais: o Napoli vai para a Uefa.

14) Quem será o artilheiro do Italiano: Ibrahimovic, Amauri ou nda?
Ibra.

15) Quem vai cair?
Sem surpresas: Chievo, Reggina e Lecce. Se um deles não cair, o Siena vai.

16) Cannavaro, Toni, Rossi, Grosso, Oddo, Dossena… Quem será (se é que haverá) o destaque italiano fora da Itália na temporada?
O tempo passa, o tempo voa, as críticas vêm e eu sigo sempre com Luca Toni.

17) Cassano chegará a ser convocado por Marcelo Lippi em 2009 para ter alguma esperança de ir à Copa de 2010?
Não é minha vontade. Mas Cassano está fora da Copa, desde já.

18) A boa dupla Gilardino e Mutu, da Fiorentina, continuará fazendo mais sucesso que a boa dupla Di Natale e Quagliarela, da Udinese?
Em seus clubes, sim. Se não brigarem por vaidade (afinal, quem é a estrela do time?), Gila e Mutu vão longe. Até porque, o que quer a Udinese? Mas é bom lembrar que a dupla Di Natale e Quagliarela, com Amauri descartado e Toni em baixa na Azzuurra, poderá mostrar serviço também na seleção.

19) Quem será o melhor e o pior brasileiro ao fim do Italiano 2008-09?
Os melhores, Kaká e Maicon. O pior, Adriano, mesmo saindo agora.

20) Onde vão parar, se é que vão parar, os italianos na Liga dos Campeões?
A Inter vai pagar a bobeada na primeira fase e cai já nas oitavas, contra o Manchester. A Roma, com Totti, passa do Arsenal. E a Juve, surpresa, elimina o Chelsea! Depois disso, sem saber o que o sorteio reserva, dar qualquer palpite já seria abusar da sorte, né?

E aí? Não quer deixar também as suas previsões?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 26 de novembro de 2008 inter, juventus, liga dos campeões, roma | 18:52

Os quatro (agora três) da Liga

Compartilhe: Twitter

Eram quatro italianos, mas só restam três. Vamos então a quatro boas fotos e algumas breves linhas sobre a participação dos times da Bota na última rodada da Liga dos Campeões da Europa.

Os carinhas de vermelho não sabem, mas ela vai morrer no gol
Os carinhas de vermelho ainda não sabem, mas a bola vai terminar nas redes…

ROMA
A vitória por 3 x 1 sobre o Cluj, fora de casa, não poderia simbolizar melhor a recente recuperação do time. Não só porque a equipe deu o troco nos mesmos romenos que tinham lhe colocado na crise vencendo o jogo de ida no Olímpico. Mas porque os gols foram marcados pelo volante Brighi, incrivelmente uma peça fundamental dessa reviravolta, e por Francesco Totti, cujo retorno aos campos mostrando tudo que sabe permitirá à torcida sonhar mais alto para o resto da competição.


Ânimo, Mourinho, a Inter se classificou na rodada!

INTERNAZIONALE
Não sei se vocês repararam, mas a cada rodada há um novo time italiano “em crise”. A vez é da Inter, que dessa vez perdeu do Panathinaikos em casa por 1 x 0. E, como nessa temporada “crise” na Itália não quer dizer nada, o time se classificou para as oitavas mesmo assim, graças ao empate entre Werder e Anorthosis. Para ser primeira do grupo sem depender de nada, contudo, terá que vencer os alemães, fora de casa, na última rodada. Se não o fizer terá maior chance de enfrentar uma pedreira logo nas oitavas. E aí, antes mesmo que esse confronto seja definido, a crise será para valer. 


Apesar da expressão do goleiro do Zenit, repare, a bola está do lado de cá da rede


JUVENTUS

Cada dia mais a Juve volta a ser Juve. E os rivais maldosos que não me interpretem mal achando que me refiro ao gol do Zenit injustamente anulado no empate por 0 x 0. Refiro-me ao fato de que esse 0 x 0, embora pouco empolgante, bastava para a equipe assegurar a liderança da chave, à frente do Real Madrid. Ou alguém acha que a Juve não segura ao menos um outro 0 x 0 contra o Bate Borisov, em Turim, na última rodada? 


A parte pelo todo: Frey sumiu da foto como a Fiorentina sumirá da Liga

FIORENTINA
“Era demais pra gente”. A frase do goleiro Frey depois da derrota para o Lyon, em Florença, dá a verdadeira dimensão do que foi a eliminação da Fiorentina na Liga: nenhuma tragédia, já que o grupo, além do Lyon, conta com o Bayern Munique. Mas agora, se perder do Steua na última rodada, em Bucareste, o time de Prandelli ficará fora também da Uefa. E isso sim seria feio.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última