Publicidade

Posts com a Tag rodada

segunda-feira, 1 de setembro de 2008 campeonato italiano, inter, juventus, milan, roma | 12:03

A rodada (de um ótimo Ronaldinho)

Compartilhe: Twitter

Bom, o Campeonato Italiano começou com uma certeza: o futuro campeão não ganhou nessa primeira rodada.

Pela primeira vez, achei boa essa esdrúxula opção da Band por mostrar apenas o VT do jogo do Italiano, ao meio-dia — às 10h, imagino, devem vender aspirador de pó por telefone ou ceder espaço a algum pastor. Pelo menos assim, apesar da Eletropaulo, que me impediu de ver a rodada ao vivo, pude assistir à ótima estréia de Ronaldinho Gaúcho no Milan, na derrota por 2 x 1 para o Bologna, no San siro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Ronaldinho para Pato, depois de umas 12 assistências: “Cara, quem é esse
camisa 9? Será que a gente não consegue trazer aquele mala do Eto’o?”

É, ótima estréia. Porque Ronaldinho não tem culpa de ter jogado, no primeiro tempo, municiando Inzaghi (até quando, dio mio? Se pelo menos fosse uma figura simpática…); e, no segundo tempo, municiando um Shevchenko que, pelas expressões e muitas reclamações, passa a impressão de estar morrendo de medo de não dar certo nesse seu retorno. Apesar de todo apoio e crédito que tem e ainda terá.

Ao Milan, mais do que o consolo pelo bom futebol, ficou de positivo o fato de que dois dos seus três estreantes, Ronaldinho e Zambrotta, foram sem dúvida os melhores em campo. E, se é que isso é um alento, a certeza de que o que há de negativo é o que todo mundo já sabia: a fragilidade da defesa (ainda sem Nesta e Senderos) e, principalmente, do goleiro. Porque o segundo gol que levou Abbiati…

Chato vai ser, apesar dessa fragilidade defensiva do Milan, termos que passar um ano ouvindo gente da TV pedindo a escalação de um time sem Gattusos ou Ambrosinis e acomodando todos os craques. Como se essa defesa, sem gente que marque um pouco mais à frente, tivesse condições de se virar sozinha.

Agora, um pouco sobre os outros jogos:

Sampdoria 1 x 1 Inter
Vi todo o jogo da Inter, de José Mourinho, mais focalizado pela RAI do que qualquer jogador. E o time, ao contrário do Milan, não mereceu mesmo mais do que o empate com a Sampdoria (o que nem é um mau resultado, convenhamos), apesar do belo gol de Ibrahimovic depois da tabelinha com Mancini. Agora chega Quaresma. E, pelo que Figo tem jogado nesse começo de temporada, o novo português deve ser bem útil.

Roma 1 x 1 Napoli
O momento mais emocionante, pelo que ouvi, foi o (mais de um) minuto de silêncio dedicado ao ex-presidente romanista Franco Sensi, aplaudido até por torcedores do Napoli. Aquilani marcou, e isso é muito bom para a Roma, já que há quem diga que ele pode não ser titular desse time quando todos os jogadores estiverem à disposição (e isso não seria bom para a Roma). Mas o fato de Doni ter sido escolhido o melhor em campo pela Gazzetta (nota 7, junto com Lavezzi) significa algo. Para os jogadores da Roma, eu ouvi, significou só que o Napoli está melhor preparado fisicamente e se beneficiou do forte calor de ontem, na capital. Será?

Fiorentina 1 x 1 Juventus
Nedved de um lado, após boa jogada do compatriota Grygera; Gilardino do outro, bem no final, para celebrar o começo de sua “Nova Era”. E, se na Fiorentina faltava Mutu, na Juve faltavam Trezeguet, Sissoko, Chiellini… pensando assim, e jogando em Florença contra um dos cinco times mais fortes do campeonato, a Juve nem precisava sair de campo tão abatida, como se tivesse perdido o jogo. Mas falar é fácil, eu sei.

Udinese 3 x 1 Palermo
Dois belos gols de Di Natale, o que não é novidade alguma. O que deve ter aliviado ainda mais a consciência dos cartolas de Udine foi mesmo a boa atuação de Inler. Afinal, o clube recusou recentemente uma proposta de 9 milhões de euros do Arsenal pelo suíço…

Atalanta 1 x 0 Siena
Para quem pretendia viver à base de Maccarone para ficar na Séria A, o Siena começou bem mal. Com derrota e a expulsão do seu principal seu atacante.

Cagliari 1 x 4 Lazio
Com quatro gols no segundo tempo, depois de sair atrás no primeiro, os romanos comemoram não só a bela vitória, mas também a estréia de Zárate (dois gols). Foggia marcou outro e não quis comemorar, por marcar contra o ex-clube. Mas, acho, não é resultado para a Lazio se iludir. E o Caglirari…. começou bem mal a luta contra o rebaixamento.

Catania 1 x 0 Genoa
Zenga comemora a vitória assegurada com um de Mascara, só pra variar. Começou bem a luta contra o rebaixamento.

Chievo 2 x 1 Reggina
Campagnolo, goleirão da Reggina que deve sofrer muito durante o ano todo, era disparado o melhor em campo. Até os 43 do segundo tempo, quando levou um peruzão e entregou o ouro.

Torino 3 x 0 Lecce
O Toro até tem motivos pra ficar otimista. Pela ótima atuação do recém-chegado Amoruso e, também, pelo gol de Rolando Bianchi.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 26 de agosto de 2008 campeonato italiano, copa da uefa, liga dos campeões | 11:23

O futebol voltou!

Compartilhe: Twitter

A semana promete. E um pouquinho de “serviço” não faz mal a ninguém:

Terça-feira
Artmedia x Juventus, pela fase preliminar da Liga dos Campeões (4×0 Juve no jogo de ida)

Quarta-feira
Slavia Praga x Fiorentina, pela fase preliminar da Liga dos Campeões (2×0 Fiorentina no jogo de ida)

Quinta-feira
Napoli x Vllaznia, pela fase preliminar da Copa da Uefa (3×0 Napoli na ida)
Sorteio dos grupos da Liga dos Campeões

Sexta-feira
Sorteio dos grupos da Copa da Uefa

Sábado
Início da Série A ( Sampdoria x Inter e Udinese x Palermo)
Início da Série B, com rodada completa

Domingo
Rodada da Série A, com Milan x Bologna, Roma x Napoli, Torino x Lecce, Atalanta x Siena, Cagliari x Lazio, Catania x Genoa, Chievo x Reggina e Fiorentina x Juventus

E não acabou, porque na segunda ainda tem o último dia de mercado europeu, quando a gente fica sabendo, de uma vez por todas, com que elenco as equipes vão jogar o primeiro turno do Italiano e as fases iniciais das copas européias.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 14 de abril de 2008 campeonato italiano, Sem categoria | 17:49

duas linhas por jogo

Compartilhe: Twitter

Vamos lá, o tradicional duas linhas por jogo. Bem breve, até porque ficou tarde.

Palermo 1 x 0 Catania
Micolli entrou no meio do jogo e decidiu, com um gol de falta no fim, brecando a empolgação do técnico Zenga, que havia estreado pelo Catania com uma vitória de 3 x 0. Agora, sério, se alguém achar uma foto da nova sobrancelha do Miccoli para eu colocar aqui, agradeço.

Juventus 3 x 2 Milan
Um jogo de futebol italiano que foi capaz de empolgar até o meu querido Alberto Helena Jr.. Isso já diz tudo. Como diz tudo o futebol jogado por Del Piero. Agora, pergunto: será que Donadoni conseguirá mesmo deixá-lo fora da Eurocopa?

Empoli 1 x 1 Parma
Um golaço de Giovinco para o Empoli. Vou fazer questão de destacar, sempre. Porque, já disse, o moleque com a cara do Alex, que deve em breve voltar para a Juventus, é hoje a maior esperança do futebol italiano. Ou seria Balotelli?

Genoa 3 x 0 Torino
Um foi de Boriello, para variar. Outro de Di Vaio. Enquanto o Genoa já começa a sonhar com a Uefa, o Torino começa a se complicar e flertar com a zona de rebaixamento. Porque, vale lembrar, o time ainda pega Inter (na proxima rodada) e Roma.

Lazio 1 x 1 Siena
Um jogo que praticamente não valia nada pra ninguém. E assim a Lazio poupou vários de olho na Copa da Itália, quarta-feira, contra a Inter.

Livorno 1 x 2 Cagliari
E segue a incrível recuperação do Cagliari de Ballardino. Para quem conhece Lucio Dalla, ontem a RAI deu a seguinte manchete para o jogo: “Balla, balla, Ballardino!”. Acho que dá pra cravar: o Cagliari não cai. Já o lanterna Livorno, que joga em Roma com a Roma na próxima partida…

Napoli 2 x 0 Atalanta
Hamsik e Lavezzi, os dois garotos que ainda têm muita bola pra mostrar na Itália, decidiram.

Reggina 1 x 0 Sampdoria
E a Samp, se vencesse, entraria para valer na briga por um lugar na Liga dos Campeões. Mesmo com Cassano — e apesar de certa superioridade em campo — não deu. Decidiu Brienza, com um belo gol

Udinese 1 x 3 Roma
No post de baixo. Mas acrescento: acho que o jogo da Roma era mais difícil que o da Inter. Portanto, o fato de mais uma rodada ter passado e a diferença não ter diminuído não foi ruim para os romanistas.

Inter 2 x 0 Fiorentina
No fim, nos jogos em que tem estado mais pressionada, a Inter está levando. Desta vez, poderia ter sido até de mais, não fosse a ótima partida (de novo!) do goleiro francês Frey. Do lado da Inter, o destaque foi, também novamente, o jovem Balotelli. Até onde o garoto de 17 anos chegará, é o que hoje pergunta a imprensa italiana.

PS: No outro clássico do fim de semana, Berlusconi fez melhor que seu time e ganhou as eleições de Walter Veltroni. Foi o pior resultado da rodada. ; )

Autor: Tags:

domingo, 13 de abril de 2008 campeonato italiano, Sem categoria | 21:27

só um aviso

Compartilhe: Twitter

O domingo é de correria, de plantão. Então volto nesta segunda com os comentários sobre a rodada em que os dois postulantes ao título venceram e, incrível, os quatro postulantes à Liga (a Juve já está lá) perderam.

Se vocês já quiserem ir comentando, fiquem à vontade. Os resultados, vocês sabem, foram:

Palermo 1 x 0 Catania
Juventus 3 x 2 Milan
Empoli 1 x 1 Parma
Genoa 3 x 0 Torino
Lazio 1 x 1 Siena
Livorno 1 x 2 Cagliari
Napoli 2 x 0 Atalanta
Reggina 1 x 0 Sampdoria
Udinese 1 x 3 Roma
Inter 2 x 0 Fiorentina

Autor: Tags:

domingo, 6 de abril de 2008 campeonato italiano, Sem categoria | 19:53

duas linhas de 9 jogos

Compartilhe: Twitter

Ontem falei apenas de Roma 3 x 2 Genoa. Agora, deixo aqui um comentário breve sobre cada uma das outras 9 partidas da rodada.

Atalanta 0 x 2 Inter
Nada de mais, nem de menos por parte da líder. Mas num jogo em que estava psicologicamente pressionada, e sem Ibrahimovic, a equipe venceu com gols de Vieira (melhor em campo) e Balotelli (já uma alternativa real ao ataque da equipe).

Catania 3 x 0 Napoli
A estréia de Walter Zenga como técnico do Catania não podia ter sido melhor: a equipe, que havia vencido um jogo nos últimos 15 sob o comando do nervosinho Baldini, conseguiu sua melhor vitória no torneio. Será que escapa da queda?

Fiorentina 2 x 0 Reggina
Ok, a principal candidata à quarta vaga na Liga se recuperou de uma série de maus jogos com gols de Pazzini e Mutu. Mas, convenhamos, vencer a Reggina em casa não passa de obrigação.

Parma 2 x 2 Lazio
Um golaço de Pandev e outro de Bianchi para o time de Roma. Aliás, aos poucos o ex-atacante do Manchester City, desprezado por Sven-Goran Erickson, vai se acertando pra valer na equipe da capital.

Sampdoria 2 x 0 Livorno
Cassano voltou e, mesmo sem marcar, brilhou na vitória do time de gênova. Segundo a Gazzetta, o atacante de Bari guiou a Samp, líder do returno do Italiano e que entra pra valer na briga pela Champions.

Siena 1 x 1 Udinese
Quem sonha com a Liga dos Campeões não pode deixar de vencer o Siena numa hora dessas, mesmo fora de casa. E assim o time de Udine foi ultrapassado pela Sampdoria.

Torino 0 x 1 Empoli
Vale raciocínio parecido com o anterior: eu não tinha colocado o Torino como candidato a cair na semana passada. Mes quem perde para o Empoli mesmo jogando em casa, o é.

Palermo 3 x 2 Juventus
Não vi o jogo. Mas ao ver que Del Piero fez os dois gols da Juve e Amauri marcou dois para o Palermo (o gol decisivo foi de Cassani) lembro que, pelas especulações da imprensa italiana, é muito provável que ambos joguem juntos em breve.

Milan 3 x 1 Cagliari
Kaká, que parecia irritado depois da eliminação da Liga, voltou voando da contusão, além de mais calmo. E Kalac lembrou que o Milan faz bem em tentar trazer Frey para assumir a vaga de titular no gol.

E, só pra lembrar, a proxima rodada promete, com o confronto direto de nada menos do que 6 dos times entre os 7 primeiros colocados do Italiano: Juventus x Milan, Inter x Fiorentina e Udinese x Roma.

Autor: Tags:

segunda-feira, 17 de março de 2008 campeonato italiano, Sem categoria | 18:38

a rodada, com atraso

Compartilhe: Twitter

Desculpem, desculpem. Viajei para ver o clássico paulista em Ribeirão Preto e não consegui ver praticamente nada da última rodada do Italiano. Estou correndo atrás e, aliás, se alguns dos leitores mais fiéis quiserem deixar aqui seus comentários sobre os jogos, eu agradeço.

Posto isso, queria comentar uma das poucas coisas que vi da rodada: Roberto Mancini, técnico da Inter, mais uma vez sendo ignorado ao tentar cumprimentar um jogador que ele opta por tirar de campo. Já havia acontecido com o Adriano e com Vieira; outro dia o Figo se recusou a entrar em campo pela Liga; e agora foi a vez de Ibrahimovic ficar irritadinho. “Espero que ele vá embora, brutto stronzo (quem não sabe, olhe o dicionário…)”, disse, entre outras coisas, o atacante sueco depois de deixar o campo no domingo.

Para quem não viu, o vídeo:

Além de um baita desrespeito com o cara que entra (ninguém menos que Crespo), me parece uma reação um pouquinho exagerada para quem é retirado de campo aos 31 do segundo tempo, não? O fato é que, se o número de jogadores marrentos contasse pontos, a Inter teria sido campeã italiana por antecipação…

Para pelo menos registrar os jogos mais importantes, coloco aqui os jogadores escolhidos pela Gazzetta dello Sport como os melhores das principais partidas:

Inter 2 x 1 Palermo – Vieira (Inter), 7,5
Fiorentina 3 x 1 Genoa – Mutu (Fiorentina), 8
Juventus 1 x 0 Napoli – Iaquinta (Juventus), 7
Roma 2 x 1 Milan – Giuly (Roma), 8 (nota do Corriere della Sera)

Outros resultados: Udinese 2 x 2 Lazio, Atalanta 4 x 1 Empoli, Cagliari 3 x 0 Torino, Livorno 1 x 1 Parma, Reggina 4 x 0 Siena e Sampdoria 3 x 1 Catania.

Autor: Tags:

segunda-feira, 10 de março de 2008 campeonato italiano, Sem categoria | 01:35

as linhas dos jogos do domingo

Compartilhe: Twitter


Como ninguém consegue ver imagens dos jogos do Napoli na TV, eu coloco aqui: Totti batendo o pênalti (AFP)

Genoa 0 x 2 Juventus
Grygera, uma das “contratações fracassadas” da Juve, foi escalado pela primeira vez na esquerda e, enfim, jogou bem. Fez o primeiro gol (bonito) e deu o passe pro segundo, de Trezeguet. Ranieri brincou: “Levei oito meses pra perceber que ele era um bom lateral-esquerdo”.

Empoli 1 x 3 Milan
Ainda que de justiça discutível, foi daquelas vitórias necessárias pra não deixar a peteca cair de vez (a torcida já tinha feito sua parte ao aplaudir o time após a queda na Liga). Kaká parecia meio desanimadão no começo, até mesmo no gol de Pato. Mas sorriu, enfim, no seu gol – depois de ter dado o passe para o segundo, de Ambrosini.

Napoli 0 x 2 Roma
Como os jogos do Napoli em Nápoles ninguém vê por causa dos direitos, eu, que sou mortal, nada vi. Mas ouvi dizer que a Roma, de novo, jogou bem. Perrotta marcou no comecinho; Totti, de pênalti. E assim a Roma soma, numa rodada que pela lógica lhe seria desfavorável, os mesmos 3 pontos que a Inter. Para ver os confrontos de Roma e Inter até o fim do campeonato, vá ao post do dia 2.

Siena 1 x 0 Fiorentina
A Fiorentina atacou e atacou e, sem Mutu, Pazzini perdeu gol feito. Mas, no segundo tempo, foi Maccarone quem marcou um golaço de falta; comemorou tirando a camisa e, como já tinha amarelo, foi expulso. Mesmo assim, o Siena segurou e pela primeira vez ganhou três jogos seguidos na Série A.

Parma 1 x 2 Sampdoria
Torcedores do Parma protestaram muito com o time depois do jogo. Cassano, suspenso mas novamente bem humorado, gargalhava nas tribunas enquanto o seu time continua sonhando com uma vaga na Uefa.

Torino 1 x 0 Atalanta
De relevante, além do gol de Barone e da expulsão de Pellegrino, da Atalanta, só mesmo as vaias para Novellino quando ele tirou Rosina de campo. Ou seja, pouco de relevante.

Lazio 2 x 0 Livorno
Parece que os romanos enfim acharam sua escalação ofensiva ideal, com Pandev de trequartista e Rocchi e Bianchi mais à frente. Deles, só Bianchi não marcou – mas mais por causa do goleiro.

Catania 2 x 1 Cagliari
Pobre Cagliari. Se não recuperar seus três pontinhos na Justiça, já pode ir pensando na Série B. Aliás, mesmo que recupere…

Autor: Tags:

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008 inter, roma, Sem categoria | 18:39

gelaram o italianão

Compartilhe: Twitter


Totti e a Roma voltaram a jogar bem. Mas não deu (foto AP)

Era tudo que o Italiano precisava pra ganhar emoção: uma derrota da líder Inter para a vice-líder Roma. Além da diferença cair de 9 para 6 pontos, o desânimo dos milaneses, que somariam duas derrotas e uma quase-derrota em três jogos depois de tantas outras partidas invicta, poderia fazer crer que o campeonato estaria aberto.

Quando vencia por 1 x 0 e tinha um jogador a mais (Maxwell se machucou e não pôde ser susbtituído), a Roma jogou o belo futebol que jogava há um tempinho, pressionou muito e perdeu gol atrás de gol. Aí o zagueiro francês Mexès levou um amarelo bobo por entrar em campo sem pedir autorização. Minutos depois, fez uma faltinha besta e levou outro, sendo expulso na sequência (tenho até dúvida se era pra tanto).

Spaletti até colocou Juan no lugar de Taddei para segurar a inevitável pressão milanesa. Mas não deu. Depois de Doni fazer uma defesa espetacular aos 42 minutos, Zanetti, um minuto depois, marcou num belo chute de longe.

E assim, reverter a vantagem da Inter continua parecendo impossível. Resta à Roma o consolo de que o time (e Totti, autor do bonito gol e de um excepcional passe de letra) voltou a jogar bem. E por isso a Roma não tem porque não acreditar que pode avançar na Liga dos Campeões. Ao contrário da Inter, por sinal.

OUTROS JOGOS
>> Pato fez um bonito gol pelo Milan, mas o time só empatou por 1 x 1 com o Catania, perdendo o quarto lugar para a Fiorentina, que ganhou do Livorno com um gol de Papa Waigo, o substituto do machucado Mutu.

>> Sem Cassano, poupado, a Samp levou uma sacolada da Atalanta: 4 x 1 com dois gols e mais um show de Doni para o time de Bérgamo.

>> Boriello fez mais um (de pênati) na vitória do Genoa por 2 x 0 sobre o Napoli e agora é o novo artilheiro do Italiano, com 16 gols, um a mais que Trezeguet.

>> A Lazio bateu a Reggina em Roma com o primeiro gol de Bianchi pelo time, de pênalti; o Parma fez 2 x 0 na Udinese em queda; O Siena, graças a um gol de Maccarone aos 43 do segundo tempo, ganhou do Cagliari; e Simplício marcou em Palermo 2 x 0 Empoli; ah, ontem Juve e Torino ficaram no 0 x 0, e o Nedved foi expulso por puxar o cabelo do amiguinho, mas isso vocês sabem.

Autor: Tags:

domingo, 24 de fevereiro de 2008 campeonato italiano, Sem categoria | 14:30

média de gols: 3,5 por jogo

Compartilhe: Twitter


Cassano, como sempre, foi destaque; Cicinho, como nunca, também (fotos AP)

Aí vai, jogo a jogo, breves comentários do que rolou nessa rodada do Italiano — com alguns placares que a gente não vê nem na nossa peladinha semanal da redação.

Milan 2 x 1 Palermo
Inzaghi entrou no lugar de Gilardino a poucos minutos do fim e decidiu, com um gol nos acréscimos. Amanhã será ou contrário. Depois de amanhã será Paloschi entrando na vaga de um dos dois. E assim o Milan irá (ou não) adiante. Até voltar a ter um “Ronaldo” ou um “Shevchenko” da vida, alguém que se firme de vez no ataque (ao lado de Pato?, hoje discretíssimo). Além disso: alguém notou a preocupação do time inteiro quando Kaká levou uma pancada no joelho ainda no primeiro tempo? A julgar pela importância dada ao fato, acho que a diretoria do Milan nem precisa se preocupar — como se preocupa — com a possibilidade de desagradar os demais jogadores do time diante da eventualidade de vir a pagar para o brasileiro mais do que o teto salarial do clube.

Roma 1 X 0 Fiorentina
Cicinho ganhou a chance de titular que havia pedido (ele pediu sim, Braitner; não disse com todas as letras que queria ir embora por não jogar, mas deu a entender isso depois da partida contra o Real, para uma rádio de Roma). Ganhou a chance e decidiu o jogo. Foi eleito o melhor em campo pela RAI e marcou o gol da vitória. No fim, porém, acho que até com um certo exagero do árbitro, recebeu o segundo amarelo por chutar a bola quando a partida já estava parada e foi expulso. A Fiorentina perdeu Mutu, que machucou o joelho num lance disputado com Doni – outro que teve boa atuação. Para alívio da torcida viola, contudo, parece que a lesão de seu principal jogador não é grave.

Sampdoria 1 x 1 Inter
A Samp poderia ter ganhado e quase o fez com um bonito gol de Cassano, mais uma vez o melhor em campo. Curiosidade: após a partida, o atacante doidão foi cumprimentado pelo (seu fã confesso e) técnico da Inter, Roberto Mancini, e na sequência lhe disse alguma coisa escondendo a boca com as mãos, para evitar a leitura labial tão comum na Itália. As primeiras especulações sobre a frase são óbvias: teria Cassano pedido uma vaguinha na Inter de 2008-09? O empate chegou com um gol de cabeça de Crespo, que entrou no lugar de Vieira. O francês, aliás, deixou o campo irritadinho: depois de cumprimentado por Mancini, olhou feio para o técnico e chutou uma meia dúzia de garrafinhas de Gatorade, que saíram voando…

Udinese 3 x 5 Genoa
Enquanto a Udinese, que contou com dois gols de pênalti (os primeiros para o time nesse Italiano) de Di Natale, praticamente vai dizendo adeus ao sonho de disputar a próxima Liga dos Campeões, o Genoa tem o novo artilheiro do torneio. Boriello, que é amigão de Kaká, marcou três vezes e chegou a 15 gols, alcançando Trezeguet na ponta da tabela da artilharia. Aliás, escrevendo sobre o Boriello, me veio uma dúvida: ele ainda pertence ao Milan? Se alguém souber, agradeço a resposta. Se ninguém aqui me responder, vou pesquisar e mais tarde digo para vocês.

Atalanta 2 x 2 Siena
A Atalanta perdia por 2 x 0 e foi buscar. Com dois gols de Floccari, mas, como quase sempre acontece quando falamos em gols da Atalanta, originados em jogadas de Doni — o primeiro num belo passe de peito, o segundo numa cobrança de falta.

Cagliari 1 x 0 Lazio
Parece até que o resultado não foi dos mais justos. Mas, provavelmente, o placar contrário também não seria. Porque os jogos da Lazio têm sido os mais chatos do Italiano. Bianchi, o garoto que deixou a Inglaterra no meio da temporada e me fez perder uma aposta com o meu amigo Rogério Andrade, do Thank God for Football, sequer saiu da reserva. E pensar que para muitos laziales ele seria a salvação da lavoura…

Empoli 2 x 0 Catania
O primeiro gol foi um belo gol do Giovinco. Aquele carequinha habilidoso e parecido com o Alex que, hoje, talvez seja a principal promessa do futebol italiano.

Livorno 1 x 2 Napoli
Assim como o Cagliari, parece que o Napoli não jogou para vencer. Mas venceu. Com dois gols de cabeça de Calaiò.

Reggina 2 x 1 Juventus
A Juve saiu perdendo, empatou com um gol de Del Piero (frangaço do goleiro) e depois levou o 2 x 1 num pênalti contestadíssimo, marcado no fim do segundo tempo. Eu jamais marcaria um pênalti como aquele cometido (segundo o árbitro) por Sissoko. No máximo, daria dois lances. E assim se reforça a matemática da Gazzetta, segundo a qual (quem diria…) a Juve foi o time mais prejudicado pela arbitragem nesse campeonato.

Torino 4 x 4 Parma
O time da casa perdia por 4 x 1, foi buscar o 4 x 4 e ainda colocou uma bola na trave aos 43 do segundo tempo. Não precisa de mais para ser eleito o jogaço da rodada, apesar de Udinese x Genoa também ter contado com oito gols.

PS: Nos comentários abaixo, Gladiatore bem lembrou que Totti chegou a 386 jogos pela Roma na Série A, igualando o recorde de Giacomo Losi. Obrigado! E, como os “breves comentários” da rodada nunca são suficientes, quem tiver mais a acrescentar é muito bem vindo!

* Post atualizado às 21h.

Autor: Tags: ,

domingo, 10 de fevereiro de 2008 campeonato italiano, Sem categoria | 19:20

de novo

Compartilhe: Twitter

No sábado a Roma jogou mal, mas ainda assim venceu a Reggina por 2 x 0.

No domingo a Inter jogou mal, mas ainda assim venceu o Catania por 2 x 0.

A diferença, de novo, é que o time de Milão foi beneficiado pela arbitragem, já que Cambiasso marcou o primeiro gol em posição de impedimento. Nenhhum escândalo: o lance foi complicado e, em outros momentos, mal repercutiria.

Mas, na mesma semana em que a Gazzetta dello Sport publicou que foi a Inter o time mais beneficiado pela arbitragem neste campeonato (ver post do dia 5/2) poderia se esperar (não estou dizendo que seria o correto) que, na dúvida, o trio de arbitragem optasse por apitar contra a equipe nesta rodada.

De novo, não foi o que aconteceu. E, de novo, foram pelo ralo as chances da briga pelo scudetto voltar a ficar emocionante. A emoção, aliás, periga sumir de vez na próxima rodada, quando a Roma pega a Juventus, em Turim, e a Inter recebe o Livorno, em Milão. Assim, é bem provável que a atual diferença, de 8 pontos, fique ainda maior…

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última